Foto: Christopher Lance (CC BY-NC-ND 2.0) Itália / Roma

Os Museus do Vaticano são uma atração imperdível de Roma. Os turistas sempre colocam esses museus entre as atividades essenciais de seus roteiros pela capital italiana. Por isso, é a atração mais cheia da cidade. As filas podem variar entre grandes, muito grandes e enormes; e as galerias podem estar cheias ou entupidas de pessoas. Como a visita é longa, é preciso se programar bem para aproveitar os museus.

Para saber mais sobre como são os museus e o que ver lá, leia Museus do Vaticano e Capela Sistina, atrações imperdíveis de Roma.

Filas

A primeira dica é com relação às filas. Elas estão sempre grandes, com raras exceções. O que lhe fará perder, no mínimo, uma hora na fila. Se estiver viajando na alta temporada, esse tempo pode passar de duas horas. Para saber mais sobre as altas e baixas temporadas em Roma, leia Quando ir à Roma, veja clima e preços de cada época.

Então, é aconselhável você comprar o ingresso pela internet com antecedência, pois, neste caso, você entra direto para os museus, sem precisar enfrentar as filas.

Fila dos Museus do Vaticano

Horário da visita

Se comprar o ingresso pela internet, você precisará escolher um horário para a visita. Se comprar em cima da hora, não haverá muitas opções de horários. Entretanto, se comprar com maior antecedência, poderá escolher qualquer horário.

Os museus costumam ficar bem cheios. Eu que os visitei em um feriado nacional senti bem isso. Andava esbarrando nas pessoas e havia uma multidão que lhe atrapalhava de observar algumas obras. Tirar boas fotos, então, esqueça!

Para evitar esse tumulto, ou mesmo se estiver na alta temporada e quiser ver os museus mais vazios, é aconselhável visitá-los no horário que abrem, 9:00 horas, ou no horário de almoço, 12:00, 12:30.

Leia também: Atrações de Roma, veja preços e quanto tempo necessário

Observe os dias em que os museus fecham

A primeira vez que fui em Roma, fiquei três dias na cidade e no último dia decidi visitar os museus. Quando cheguei lá, para minha surpresa, eles estavam fechados. Era feriado religioso, dia de São Pedro e São Paulo (29/06). Fiquei completamente frustrado, porque era algo que tinha muita vontade de conhecer.

Os museus fecham aos domingos (com exceção do último domingo do mês em que a entrada é gratuita) e alguns poucos feriados religiosos e nacionais: 01 e 06/janeiro; 11/fevereiro; 19/março; 5 e 6/abril; 1°/maio; 29/junho; 15/Agosto; 8, 25 e 26/dezembro. Para ver o calendário completo com os dias em que os museus fecham e as datas da visitação noturna, entre nesse link e acesse Museum openings/closures.

Visita Gratuita

Como você pôde ler acima, no último domingo do mês os museus possuem visitação gratuita. Nesse dia, funcionam das 9:00 às 14:00 horas e a última entrada é às 12:30. Como você já deve imaginar, as filas são maiores nesse dia; por isso se quiser aproveitar o “ingresso grátis” você precisa acordar cedo e chegar antes dos museus abrirem.

Visita Noturna

Para quem tem interesse de visitar os museus mais vazios, com menor fluxo de pessoas, existem visitas noturnas. Elas acontecem na alta temporada, que pode ir de abril à outubro. Para ver as datas exatas entre no site do museu clicando aqui. A visita noturna acontece das 19:00 às 23:00 horas. Essa é um tipo de visita que só pode ser feita com reserva antecipada, pois não se vendem ingressos na hora.

Foto: Sanish Suresh (CC BY-NC-ND 2.0)

Guarda-volumes

É proibida a entrada nos museus com mochilas, guarda-chuvas e tripés de câmeras. Para isso, existe um guarda-volumes gratuito aonde você pode deixar seus pertences.

Roupas

O Vaticano diz que a entrada aos museus é permitida apenas para quem estiver adequadamente vestido, ou seja, alguns tipos de roupas não são permitidos como: roupas curtas ou sem mangas, shorts, minissaias e chapéus.

Fotografia

É permitido fotografar dentro dos museus, desde que não utilize o flash. A única parte que é proibido fotografar é dentro da Capela Sistina. Entretanto, muita gente fotografa lá dentro.

Leia também nossas outras matérias sobre Roma:

-Roma, uma cidade intensa e cheia de encantos

-Roma Pass vale a pena? Compare os preços

-Hospedagem em Roma, onde ficar e onde não ficar

-Como chegar a Pisa e Lucca de trem

-É caro viajar para a Itália? Veja quanto custa uma viagem à Roma

Foto de capa: Christopher Lance (CC BY-NC-ND 2.0)

Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This