fbpx

Abu Simbel, a joia do Egito Antigo Abu Simbel

O Egito Antigo foi uma civilização cheia de encantos e mistérios. Durante o império dos faraós, foram construídos vários templos e necrópoles incríveis. Porém, nenhum deles é mais bonito que Abu Simbel!

Por isso, posso dizer sem sombra de dúvidas que o que há de mais bonito no Egito é Abu Simbel. Nesse momento, você deve estar se perguntando, mas e as Pirâmides de Gizé? Elas são mais imponentes, chamam mais atenção por serem monumentos grandiosos, por isso é uma visita mais impactante. Entretanto, em termos de beleza Abu Simbel é soberano e de um nível artístico incrível. Além disso, o local isolado onde foi construído o templo e a criação de uma barragem em que foi necessário mudar os templos de local é uma atração a parte.

Leia também: Como chegar em Abu Simbel: ônibus, tour e avião

Templo de Nerfertari (à direita) e de Ramsés (à esquerda)

Templos

Abu Simbel é composto por dois grandes templos que foram construídos através de escavações na rocha. Quem construiu os templos foi Ramsés II, o faraó mais famoso da história, aquele mesmo que foi criado junto com Moisés.

Templo de Ramsés

Um dos templos, o maior deles, é dedicado a Ramsés. Esse que é o incrível templo de Abu Simbel. Possui 33 metros de altura, 38 metros de largura e na sua fachada existem quatro grandes estátuas de 20 metros de altura que representam Ramsés. Na parte interna existem oito grandes pilastras no formato do Deus Osíris. Outro ponto que chama atenção em seu interior são os painéis com as imagens da vida de Ramsés, o mais interessante é sobre a Batalha de Kadesh.

Templo de Ramsés

Interior do Templo de Ramsés

Templo de Nefertari

O outro templo de Abu Simbel é dedicado a esposa preferida de Ramsés, a Rainha Nefertari. Esse é um templo muito menor e mais simples do que o de Ramsés, entretanto não deixa de ser bonito. Quem já leu a série de livros Ramsés, do escritor Christian Jacq, entende bem o que é Abu Simbel. O autor, que é também historiador, tenta explicar os motivos da construção desse templo e da importância de Nefertari para Ramsés. O livro não é de História, é um romance. O autor utilizou os marcos históricos existentes e de suas lacunas para criar acontecimentos, formando um enredo muito interessante. Recomendo muito ler a série antes de visitar o Egito. Você chega muito mais curioso em conhecer vários sítios arqueológicos, principalmente Abu Simbel.

Templo de Nefertari

Barragem

Na década de 1950, o governo do Egito decidiu construir uma grande barragem em Aswan, para represar água e gerar energia através de hidrelétrica. O problema é que Abu Simbel fazia parte da área alagada. Como existia o risco de submergir esse incrível monumento cultural, a Unesco fez uma campanha internacional para conseguir recursos para deslocar os templos de lugar. Vários países ajudaram e conseguiram fazer o deslocamento dos templos através de um incrível trabalho de engenharia. Os dois templos foram colocados 61 metros acima do local onde estavam.

Deslocamento dos templos de Abu Simbel em 1967 – Foto: Wikicommons (CC)

Apesar dos templos terem sido salvos, o local perdeu um pouco do charme, pois o Rio Nilo chegava a beira da entrada e eles ficavam dentro da rocha em um grande paredão. No novo local foi criado um pequeno monte para parecer que eles continuam dentro da rocha, mas não é a mesma coisa. No Museu Núbio, em Aswan, existem fotos de como eram os templos antes e uma maquete mostrando onde os templos estavam e para onde eles foram deslocados.

Barragem

Show de Som e Luzes

Os principais monumentos do Egito recebem o Sound and Light Show: Pirâmides de Gizé, Templo de Karnak (Luxor), Templo de Philae (Aswan). Abu Simbel também recebe o show e tem fama de ser o melhor de todos! Por isso, pode valer a pena ver esse show em Abu Simbel. O problema é que ele ocorre à noite e para vê-lo você precisará dormir por lá, o que necessitará de uma logística própria de transporte.

Leia também: Vale a pena dormir em Abu Simbel? Veja onde ficar

Show de Sons e Luzes – Foto: Dan Lundberg (CC BY-SA 2.0)

Ingresso

A entrada em Abu Simbel custa 115 EGP (libras egípcias), sendo que estudantes pagam meia.

Já o Show de Som e Luzes custa 150 EGP independente de qual cidade for o show; não há meia entrada.

OUTRAS MATÉRIAS SOBRE O EGITO:

-Aswan, a cidade núbia do sul do Egito

-Cairo, a caótica e interessante capital do Egito

-Passeio de Camelo nas Pirâmides do Egito, cuidado com os golpes

-Luxor, o coração do Egito Antigo

-Conheça os principais destinos turísticos do Egito


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.