Viajar com mochila ou mala, qual a melhor opção? Dicas

A escolha de como levar seus pertences em uma viagem é muito importante. Viajantes frequentes já possuem suas preferências e defenderão com unhas e dentes sua escolha como sendo a melhor opção. Entretanto, há alguns aspectos técnicos que são importantes levar em conta para você escolher a melhor opção.

Duração da viagem

A primeira questão que precisa ser observada é o tamanho da sua viagem. Se a viagem for pequena, apenas um feriado, você pode escolher qualquer opção. E quando não faz diferença, as pessoas tendem a preferir levar mala, pois é mais prático de organizar as roupas e também porque todo mundo já tem uma pequena mala em casa.

Agora, se a viagem for grande, a questão começa a mudar. Quanto maior uma viagem, mais roupas você terá que levar. Se estiver viajando para destinos frios, aí que a quantidade de roupas vai aumentar mesmo! Por isso, nesses casos, independente se viajar de mala ou mochila, terá que ser uma mala pelo menos média e uma mochila grande, chamada de mochila cargueira, porém mais conhecida como mochilão. E nesse caso vai envolver preço de aquisição e outros fatores que conto nos próximos tópicos.

Leia também: Como se vestir em países muito frios

mala aberta com roupas de viagem

Foto: anaa yoo (CC BY-ND 2.0)

Quantidade de destinos (cidades)

Essa é a questão mais importante para mim! É o que vai começar a definir a sua escolha, porque uma viagem pode ser grande, mas possui poucos destinos. Por exemplo, você pode viajar por três semanas, ficando uma semana em Paris, uma em Londres e outra em Roma. A viagem possuirá apenas quatro deslocamentos, considerando a ida e a volta.

Entretanto, há viagens que você passa por várias cidades, ficando dois dias ou três dias em cada local. Quando não é o caso de bate e volta e você dormirá em cada uma dessas cidades, aí a quantidade de deslocamentos com “mala” será enorme. Nesse caso específico, acho mais interessante viajar de mochilão, já que é mais prático e rápido de se deslocar.

Leia também: Como planejar uma viagem por conta própria ao exterior

mochileiros

Foto: taki Lau (CC BY-SA 2.0)

Meios de transporte

Esse tópico se relaciona com o anterior. Quando falo de meio de transporte me refiro aos meios de transportes urbanos: táxi, ônibus, metrô, etc. Se sua viagem envolver apenas deslocamentos de táxis, você pode viajar de mala tranquilamente, pois não haverá interferência nenhuma em sua viagem. Agora, se você for se deslocar de transporte coletivo, isso pode mudar. Pegar ônibus ou metrô com mala é meio complicado em alguns horários. Não estou me referindo aos horários de pico, porque nesse caso é quase impossível, mesmo com mochila. Entretanto, é muito mais fácil entrar em um vagão ou ônibus lotado com uma mochila do que com uma mala. E nesse caso, quanto maior a mala, mais difícil será o deslocamento.

O meio de transporte vai envolver a quantidade que você estará disposto a gastar na viagem. Em qualquer lugar do mundo, o transporte público é mais barato que o táxi. Por outro lado, há cidades em que o transporte público é muito bom e até mais rápido do que carros e táxis, como na Europa. Já em outros países é muito ruim o transporte público e ao mesmo tempo os táxis não são caros, é o caso do sudeste asiático.

malas que não cabem no porta mala do táxi

Foto: Carina Ong (CC BY-NC-ND 2.0)

Gastos da Viagem

Normalmente, quem viaja de mochila faz viagens tipo mochileira, ou seja, dorme em lugares mais econômicos, utiliza transporte público e compra menos souvenirs. Não que não seja possível fazer isso viajando com mala. Já o contrário é impossível. Nunca vi ninguém viajando de mochila e ficando em hotéis de luxo, comendo nos melhores restaurantes da cidade e comprando muitos presentes, até porque nem cabem na mochila.

Leia também: Dinheiro, crédito, pré-pago ou traveler cheque, como levar dinheiro?

Espírito mochileiro

Agora vamos falar de algo nada técnico e totalmente subjetivo. O mochilão não é tão comum no Brasil, você não verá muitas pessoas utilizando-o nos principais pontos turísticos do país. Porém, em outras partes do mundo é muito comum. No sudeste asiático, por exemplo, você verá muitas pessoas utilizando mochilão, a maior parte europeus. Em alguns destinos como Phi Phi, a praia mais famosa da Tailândia, você verá mais pessoas de mochilão do que de mala.

Como quem utiliza mochila são jovens, ficou um estereótipo dos mochileiros: jovens, animados, acostumados a viajarem pelo mundo, que fazem amizades fácil, desapegados de conforto e muito festeiros. É claro que em parte tem a ver com os hostels que se hospedam e as baladas que frequentam, que têm esse clima de conhecer novas pessoas e se divertir.

mochileiros viajando e conversando na rua

Mochileiros – Foto: Alba Campus (CC BY-NC 2.0)

Comodidade

Antes de já ir comprando sua mochila, saiba que nem todas as pessoas se adaptam em utilizar mochilas cargueiras. Vá a uma loja que venda e experimente uma mochila com algo de peso dentro para ver como se sente.

Quanto custa um mochilão

Agora vamos falar de valores. O primeiro fato importante que você precisa saber é que um mochilão não é barato, principalmente, se for um bom mochilão. Um mochilão top de linha das principais marcas Deuter, The North Face, Osprey será mais de R$1000. E um bom mochilão fará a diferença! Eu mesmo sempre usei mochilões mais baratos e decidi adquirir a Deuter Traveller 70+10, que está na foto abaixo. Paguei R$1000, mas é algo para toda a vida. As outras mochilas não duravam muitas viagens.

Contudo, é claro, você de cara não precisa comprar algo excepcional. Pode comprar algo mais em conta para começar. As marcas Trilhas e Rumos e Nord (marca da Centauro) possuem preços mais baixos, algo em torno de R$400.

valores mochila para viajar

Foto: kooikkari (CC BY-SA 2.0)

Quanto custa uma mala de rodinha

As malas, assim como as mochilas, variam muito de preço. Como você já deve imaginar, são, no geral, mais caras! As marcas top de linha Rimowa, Samsonite, Delsy, etc podem passar de R$2000. Mas, é claro que existem opções mais baratas. Como o mercado de malas é maior, há vários tipos de marcas, modelos e preços. É possível encontrar malas de R$200, modelos chineses mais simples, o famoso Paraguai. Porém, é claro que não durará muito tempo.

preços de malas de rodinha

Foto: k ryan (CC BY-NC-ND 2.0)

Conclusão

Se você começou a ler esse texto é porque cogitou viajar de mochila. Muitas pessoas já descartam de cara essa opção. Mas, mesmo tendo uma aura mochileira, você pode preferir a comodidade da mala de rodinha. Para ver se vale a pena viajar de mochila, pense quantos deslocamentos você precisará fazer na viagem e quanto de transporte público precisará pegar. Porque talvez o conforto pode ser pequeno perto da praticidade de utilizar uma mochila.

Espero que tenha ajudado na sua escolha e boa viagem!

Foto de capa de: Jack Lyons (CC BY-NC-ND 2.0)

 


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This