Foto: Spiros Vathis (CC BY-ND 2.0) Lua de Mel

Nem todos os casais procuram aquelas viagens tradicionais de lua de mel; onde se hospedam em hotéis confortáveis, comem em bons restaurantes e ficam apenas curtindo as mordomias dos serviços all-inclusive. Alguns casais procuram experiências mais intrigantes e aventureiras para viajarem, inclusive na lua de mel. Para lhes ajudarem a planejar uma viagem inusitada de lua de mel, escolhemos alguns destinos em que vocês poderão se divertir de uma maneira não usual, se hospedar em locais excêntricos e vivenciar um cenário diferente, mas encantador!

Leia também: Dicas para planejar a sua lua de mel 

San Blas

San Blas é um grande arquipélago, composto por 365 ilhas, na costa leste do Panamá. O lugar é de uma beleza espetacular! Banhadas pelo incrível mar de 7 cores do Caribe, as pequenas ilhas de San Blas são tudo que uma pessoa espera de um lugar paradisíaco. Um dos diferenciais desse destino é quem administra essas ilhas: os índios Kuna Yala. Como os indígenas são donos dessa parte do Panamá, não existem resorts, nem hotéis nas ilhas, apenas as cabanas construídas pelos índios que são alugadas para os turistas. Essas cabanas simples ficam na praia, são feitas de bambu e não possuem piso, ou seja, o chão é a areia da praia. As refeições são os próprios indígenas que fazem, na maioria das vezes feitas com peixes pescados no dia. Por isso, esse é um incrível destino para se ter um contato maior com a natureza.

Na baixa temporada, o local fica vazio e é comum essas ilhas paradisíacas ficarem quase que exclusivamente para um casal, como aconteceu comigo. Para saber mais leia: San Blas, o paraíso do Caribe.

San Blas

Phi Phi

Existem casais que gostam de balada e praia. E, se puderem juntar as duas opções, melhor ainda. Phi Phi Don é uma paradisíaca ilha, no sudoeste da Tailândia, que reúne esses dois universos: belezas naturais e agito. A ilha ficou famosa mundialmente depois do filme hollywoodiano “A Praia”, estrelado por Leonardo DiCaprio, que foi gravado na ilha vizinha Phi Phi Lee. O local é de uma beleza única! Por isso, durante o dia os turistas visitam Maya Bay, a famosa praia do filme; já durante a noite é hora do agito. Phi Phi Don é famosa por suas “festas”; existem vários bares na praia que reúnem uma grande quantidade de pessoas todas as noites para beber e se divertir. Assim, esse é um destino ideal para quem quer conciliar praias, belezas naturais e ainda aproveitar a noite. Para saber mais leia: Phi Phi, a ilha mais famosa da Tailândia.

Maya Bay – Phi Phi Lee

Wadi Rum

Já falamos muito de praia. Agora vamos falar de um ambiente natural bem diferente: o deserto. Apesar de ser um ambiente hostil, o deserto é um lugar que esconde belezas naturais incríveis. O Wadi Rum é um famoso deserto na Jordânia, onde a areia é avermelhada. O local, que já foi cenário de filmes, possui lugares muito bonitos como as pontes de pedras e Laurencia Spring.

Ponte Pequena no Wadi Rum

Uma das particularidades de Wadi Rum são os moradores da região, os beduínos. Como o local é uma reserva natural não pode haver construções, por isso os únicos locais para se hospedar são nos diferentes acampamentos beduínos, onde as pessoas dormem em espécies de chalezinhos, que podem ser muito simples ou até mesmo luxuosos. Para saber mais leia: Wadi Rum, o incrível deserto da Jordânia.

Uma outra vantagem de Wadi Rum é que ele fica muito próximo à Petra, uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Salar de Uyuni e Atacama

Já que estamos falando de deserto, existe uma outra opção de deserto, muito mais próxima do Brasil e com belezas tão incríveis quanto as do Wadi Rum, apesar de bem diferentes. O Salar de Uyuni é um incrível deserto de sal na Bolívia, pela foto até parece que é neve, mas todo esse branco é sal. A região possui outros atrativos, como uma “ilha” de cactos gigantes e gêiseres. A desvantagem da região é a precariedade de infraestrutura e de hospedagem. Entretanto, muita gente se hospeda em San Pedro de Atacama no Chile, uma interessante cidade no meio do deserto que possui vários hotéis e restaurantes. De San Pedro é possível fazer um tour até o Salar de Uyuni, que fica logo do outro lado da fronteira.

Salar do Uyuni

Amsterdã

Para fechar a lista um destino comum, mas que pode ser aproveitado de uma forma bem inusitada. Como todos sabem, a capital da Holanda é um dos principais destinos turísticos da Europa. A cidade, que possui 100 quilômetros de canais, é bem charmosa e muito interessante para curtir a dois. Andar de bicicleta ao lado dos canais, ver as tulipas e visitar bons museus são algumas das atividades mais tradicionais para se fazer na cidade. Entretanto, Amsterdã tem um outro lado mais inusitado. A Holanda possui uma política permissiva ao uso de drogas leves. As pessoas podem comprar e usar drogas nos Coffee Shops. Por isso, acender um cigarro de maconha é uma atividade comum de se ver na cidade.

Não apenas a relação com as drogas é mais permissiva na Holanda, mas também o sexo. O sexo ao ar livre foi permitido no Vondelpark, um grande parque de Amsterdã. Assim, casais que fazem sexo no parque não podem ser presos, ou melhor, incomodados pela polícia. É claro que possui algumas regras: só pode ser a noite, não pode ser próximo a playground e não pode ter gritos. Mesmo assim é um ambiente convidativo a casais que querem transgredir alguma regra.

Amsterdã – Foto: Monique Broekhuisen (CC BY 2.0)

Foto de capa: Spiros Vathis (CC BY-ND 2.0)

Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This