Onde ficar em Montevidéu na orla ou no centro Uruguai

Montevidéu é uma capital, mas não é uma cidade grande, possui 1,3 milhão de habitantes. Apesar disso, suas hospedagens estão mais distribuídas pelo município do que outras cidades maiores do continente.

Os principais bairros para se hospedar são: Centro, Pocitos e Punta Carretas. Porém, antes de escolher o bairro, você precisa decidir se prefere ficar no centro ou na orla, pois Pocitos, Punta Carretas e Carrasco ficam próximos as ramblas que é o calçadão na orla da cidade. Por isso, esses bairros têm aspectos em comum e contrastam com o centro em relação a oferta de lojas, transporte público e ao ambiente. Mas, vamos lá falar um pouco de cada bairro.

Leia também: O que fazer em Montevidéu, Uruguai

Centro

Montevidéu possui dois centros, o centro comercial e o centro histórico, chamado de Cidade Velha, que está no tópico abaixo. A maior parte das atrações turísticas está nessas duas partes da cidade que são vizinhas. O centro comercial é o local que possui a maior quantidade de hotéis e também os preços mais baixos. Além disso, o centro é o local mais bem servido de transporte público, com várias linhas de ônibus e uma grande variedades de lojas e restaurantes.

Com relação aos pontos negativos, o ambiente não é dos mais agradáveis, pois durante o dia é muito movimentado e de noite é vazio. Quanto mais próximo ao centro histórico, mas vazio é de noite. Me hospedei próximo à Praça Cagancha e gostei muito da região; no geral são hotéis mais velhos, mas com ótimos preços e as ruas não são completamente vazias a noite. Fiquei hospedado no Hotel Lancaster, uma boa opção para quem procura um hotel econômico.

Veja hotéis do Centro clicando aqui.

Praça Cagancha – Foto: Only J. (CC BY-NC-ND 2.0)

Centro Histórico

O Centro Histórico, também conhecido como Cidade Velha, é uma região que ficou abandonada por muito tempo e hoje está em processo de revitalização. Estão no Centro Histórico a Porta da Cidadela, a Rua Sarandí, a Catedral e o Mercado do Porto. O que divide o centro e o centro histórico é a Porta da Cidadela que fica em frente a Praça da Independência. O Centro Histórico já possui alguns bons hotéis além dos mais antigos, mas seu problema é que a região fica completamente deserta e perigosa de noite. Por isso, depois que escurecer é aconselhável andar só de táxi.

Veja hotéis do Centro Histórico clicando aqui.

Centro Histórico – Foto: Dakial (CC BY-NC 2.0)

Pocitos

Esse é o bairro preferido da maioria dos turistas; um bairro novo, muito agradável e que tem uma das praias mais movimentadas da cidade. Pocitos é um bairro residencial, mas possui algumas boas opções de restaurantes, lojas e é um dos destaques da vida noturna de Montevidéu com vários bares e boates. Como o bairro é novo, a maior parte dos hotéis também são novos e mais confortáveis. Comparado ao centro, Pocitos é mais caro, mas é mais barato que as opções a seguir. Por ser um bairro residencial, um problema de Pocitos é que em algumas partes não há comércio próximo, por isso você precisará andar alguns quarteirões para achar um restaurante.

Veja hotéis de Pocitos clicando aqui.

Ramblas de Pocitos

Punta Carretas

Bairro próximo a Pocitos, mas um pouco mais próximo ao centro e também mais caro. Punta Carretas é um bairro tradicional de Montevidéu, mais antigo e que possui algumas atrações turísticas não muito importantes como o Farol Punta Brava e a a Igreja de Nossa Senhora do Sagrado Coração. Também estão no bairro o Clube de Golf, o Parque Juan Zorrilla e o Shopping Punta Carretas; o Parque Rodó também está próximo. Punta Carretas não possui praia (faixa de areia), mas como é uma península, sua rambla é maior que a de Pocitos.

Pelo lado negativo está o preço que é um pouco mais alto que Pocitos e apesar de possuir um shopping, suas ruas são ainda mais carentes de restaurantes e bares.

Veja hotéis de Punta Carretas clicando aqui.

Rambla de Punta Carretas – Foto: Jimmy Baikovicius (CC BY-SA 2.0)

Carrasco

Entre as opções apresentadas, Carrasco é o bairro mais nobre e distante do centro. Sua maior diferença com relação aos demais é ser um bairro com construções baixas e bem arborizado. Carrasco possui um ambiente muito agradável, principalmente, para quem quer fugir da agitação e ficar em um ambiente tranquilo parecido ao do interior. O bairro fica próximo à orla e possui praia, mas muito afastado do centro e como não é bem servido de transporte público, você dependerá de táxi para se locomover. Além disso, seu  preço é mais alto que os demais. 

Veja hotéis do Carrasco clicando aqui.

Carrasco – Foto: Jimmy Baikovicius (CC BY-SA 2.0)

Leia nossos outros posts sobre o Uruguai:

Vale a pena visitar Montevidéu?

Montevidéu, quantos dias ficar e quando ir

Como ir de Buenos Aires a Montevidéu – 4 opções

Colônia do Sacramento a pequena e interessante cidade uruguaia

Foto de capa de Nico Giraldez (CC BY-NC 2.0)

Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This