Jerash - Foto: Merlijn Hoek (CC BY-NC-ND 2.0) Jordânia

A Jordânia é um país com muitas atrações turísticas interessantes e vem chamando cada vez mais atenção dos turistas estrangeiros. Entretanto, uma dúvida que muita gente tem é saber se o país é um destino caro para fazer turismo.

Leia também: Jordânia: um país acolhedor, seguro e cheio de encantos

Câmbio

Quando as pessoas descobrem quanto vale a moeda jordaniana, levam um choque. Ninguém imagina que a moeda de um país pequeno e com uma economia fraca pode valer tanto. O Dinar Jordaniano (JD), moeda corrente no país, vale muito mais que o Real. Na verdade, vale mais que o Dólar, que o Euro e inclusive que a Libra Esterlina da Inglaterra. Ou seja, é uma moeda bem cara! Um jordaniano ($1 JD) vale R$4,42 ou US$1,40.

Dinar Jordaniano

Em um primeiro momento, todo mundo pensa que fazer turismo no país é caríssimo, mas não é bem assim. Apesar da moeda ser valorizada, a hospedagem e a comida no país são baratas. Viajar para a Jordânia é mais barato do que para Israel, país vizinho, onde a moeda Novo Shekel Israelense (ILS) vale menos que o Real ($1 ILS = R$0,88).

Por isso, sempre digo para as pessoas: se quer saber se um país é barato para viajar, pesquise preços de hotéis, alimentações e atrações e não o câmbio da moeda. Senão você achará que Israel é um país barato e a Jordânia é um país caro, quando na verdade é o contrário.

A Jordânia é barata?

A Jordânia não é um país caro, mas também não chega a ser barata. Hospedagem e alimentação são baratas, mas o visto, a entrada em Petra e o transporte são mais caros. Isso acaba que encarece a viagem.

Hospedagem

Hospedagem na Jordânia é barata. Os hotéis no país custam a partir de $15 JD (R$70). Os hotéis três estrelas, a partir de $34 JD (R$150). Wadi Musa (Petra) e Aqaba são cidades mais caras, então você pagará uns 30% a mais, mas mesmo assim é possível achar hotéis com bons preços.

Alimentação

A alimentação no país é barata, sobretudo se você pensar que na maioria dos restaurantes locais os pratos são muito bem servidos e comem duas pessoas. A dica é sempre procurar restaurantes voltados para o público local, pois são mais baratos, os pratos são bem servidos e como há uma grande rotatividade de pessoas, a comida deve ser sempre nova. Os restaurantes locais, sobretudo em Amã, ficam meio escondidos, em “becos” ou no 2° andar dos prédios. Os garçons falam apenas o básico do inglês, mas como, normalmente, existem cardápios em inglês fica mais fácil. Um prato custa a partir de $2,50 JD (R$11) e geralmente são muito bem servidos. Eu e minha namorada sempre pedíamos apenas um prato e dividíamos.

Comida típica da Jordânia

Já os restaurantes turísticos são mais caros, às vezes 50% a mais e os pratos não são tão bem servidos, ou seja, come apenas um. Lembrando que Wadi Musa (Petra) é uma cidade voltada ao turismo, por isso tudo será mais caro, inclusive as refeições, que podem ser o dobro do preço de Amã.

Atrações turísticas

As atrações turísticas do país não são caras, com exceção das duas principais: Petra e Jerash. A entrada nas ruínas da cidade romana de Jerash custa $10 JD (R$44). Já Petra é muito mais cara! Um dia de entrada em Petra custa $50 JD (R$220), já comprando para dois dias são $55 JD e três dias $60 JD. As demais atrações do país são baratas, sendo que a maioria custa até $3 JD (R$13). Para economizar, vale muito a pena comprar o Jordan Pass, que dá direito a entrar em todas as atrações turísticas do país.

Para saber o preço de todas as atrações turísticas da Jordânia entre no site oficial do turismo da Jordânia clicando aqui.

Petra

Média de gastos

Segundo o site Budget Your Trip, a média de gastos diários na Jordânia é de US$62. Gastei quase isso e fiz uma viagem econômica. Petra e o deserto de Wadi Rum deixam a viagem um pouco mais cara. Segundo o mesmo site, uma viagem “luxo”, que na verdade é com mais conforto, sai por US$148 diários.

Lembrando que isso é apenas uma média, para você ter uma ideia. Seus gastos podem ser bem maiores ou menores de acordo com o tipo de viagem que você pretende fazer.

Leia nossas outras matérias sobre a Jordânia:

Mar Morto, visitar em Israel ou na Jordânia?

Wadi Rum, o incrível deserto da Jordânia

Como é o tour ao Wadi Rum, veja dicas e preços

Foto de capa:  Merlijn Hoek (CC BY-NC-ND 2.0)

Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This