Ilhas de San Blas, como escolher a hospedagem Panamá

San Blas é o arquipélago mais bonito do Panamá, quiçá da América Central. Suas praias com água cristalina, formando várias tonalidades de azul, são incríveis! O arquipélago possui 365 ilhas, uma para cada dia do ano. Entretanto, apenas em uma pequena parte há hospedagens para receber turistas. Uma dúvida recorrente é como escolher a melhor ilha. Mas, antes de falar das ilhas é melhor explicar como funciona San Blas.

San-blas

 

Kuna Yala

O arquipélago de San Blas pertence ao povo indígena Kuna Yala. Eles que detêm a autonomia da região e as hospedagens que recebem os turistas. Os Kunas tem suas particularidades, talvez a mais visível é a frieza no relacionamento com os turistas. Enquanto os panamenhos me pareceram o povo mais simpático da América Central, muito comunicativos e sempre dispostos a ajudar. Os Kunas são bem frios, não costumam dar papo para turistas, nem gostam de tirar fotos. Eles possuem um modo de vida bem simples, moram em cabanas simples, dormem em redes e levam uma vida bem tranquila, sem pressa. Assim como eles são simples, as acomodações que eles oferecem para os turistas também são! Os quartos são cabanas com paredes de bambu, telhado de palha e chão de areia.

Foto de: Thierry Leclerc (creative commons)

Foto de: Thierry Leclerc (creative commons)

Reservas podem não ser efetivadas

Um dos aspectos mais difíceis para entendermos é como os Kunas lidam com reservas. Eles possuem uma lógica diferente da nossa. Apesar de você reservar um quarto em uma cabana através de uma agência de turismo, ela pode não estar disponível e você precisará ir a outra ilha. Pela noite os Kunas avisam quantas vagas estarão disponíveis e no dia seguinte, de manhã cedo, quando você vai à agência de turismo pagar, eles já sabem o número de vagas que há em cada ilha. Isso acontece porque os Kunas preferem lidar com o que é mais palpável. Então, se uma pessoa resolve ficar mais um dia na ilha, eles preferem essa pessoa que já está lá e irá pagá-los, do que uma reserva da agência que pode vir a ser cancelada. Por isso, na alta temporada, de dezembro a março, pode acontecer de você reservar uma ilha e ter que ir a outra. No restante do ano, isso é raro de acontecer.

San-blas-panama

Ilhas e Cabañas

Na hora de escolher a hospedagem, você deve se atentar a ilha e a cabaña. Eles chamam de Cabaña, o nome do estabelecimento, como se fosse o hotel. Em uma mesma ilha, pode haver mais de uma cabaña, cada uma delas com vários quartos. Como o nível e o preço das cabañas variam, pode fazer diferença ficar em uma ou outra cabaña.

Há ilhas que ficam mais perto do continente, a cerca de 20 minutos de barco e outras que ficam mais longe, há 40 minutos. Segundo as agências de turismo, as ilhas que ficam mais longe da costa possuem mais tonalidades de azul no mar. Ficamos em uma ilha há 40 minutos da costa e o mar era incrível! Não imaginei que haveria tantas cores de azul!

Quartos

Há quartos privados e compartilhados. Mas, com raras exceções, não há suíte. Os banheiros são compartilhados e do lado de fora dos quartos.

Quarto compartilhado da cabaña Wissdub na ilha de Chichime

Quarto compartilhado da cabaña Wissdub na ilha de Chichime

Ilhas de San Blas

Agora falarei um pouquinho de algumas das principais ilhas de San Blas. Os preços são referentes apenas a hospedagem e alimentação (café da manhã, almoço e jantar). O transporte (US$60), barco (US$30 em média) e taxa para entrar na reserva (US$20) não estão incluídos nos preços.

Robinson / Ina

A ilha Narasgandup é uma ilha de tamanho médio que possui três cabañas: Robinson, Ina e Narasgandup. A Robinson e a Ina são as cabañas mais baratas de San Blas, a hospedagem custa US$20 no quarto compartilhado e US$25 no quarto privado. Consequentemente, a qualidade é proporcional ao preço. A comida e o banheiro são simples, a água para tomar banho é do mar e há quem reclame que a comida é em pequena quantidade. A Robinson não possui boa fama, é considerada uma cabaña bagunçada e mal conservada. Porém, essas cabañas são muito procuradas pelo público jovem, pelo valor mais baixo e por serem mais animadas, então ótimo lugar para solteiros. Passeio em outras ilhas está incluído. A ilha fica a 20 minutos de barco da costa.

Franklin / Senidup

Muitas vezes as pessoas chamam a ilha pelo nome da cabaña. Essa ilha se chama Tubisenika, mas também é conhecida como ilha Franklin. Nessa ilha há duas cabañas: Franklin e Senidup. A ilha é dividida ao meio, mas os turistas podem circular por toda a praia. Essas cabañas são consideradas melhores que as de Robinson e Ina, mas ainda estão entre as cabanas mais baratas de San Blas. A hospedagem custa US$26 no quarto compartilhado e US$35 no quarto privado. A comida e o banheiro também são simples, a água para tomar banho é do mar. A ilha é pequena, em 5 minutos é possível dar a volta. Assim como a vizinha ilha Narasgandup, Franklin é animada e indicada para solteiros. Passeio a outras ilhas não está incluído. A ilha fica a 20 minutos de barco da costa.

Diablo

A ilha Diablo também é uma ilha bastante conhecida. Ela fica mais distante da costa, a 40 minutos de barco, bem enfrente a ilha Perro, que é a ilha mais visitada. Sua hospedagem é mais cara devido a sua localização, quarto compartilhado US$40 e quarto privado US$50. Porém, sua infraestrutura e qualidade pode ser comparada à Franklin e Senidup. Também é uma ilha mais animada, bom para solteiros. Passeio em outras ilhas está incluído.

Ilha Diablo

Ilha Diablo

Perro

A ilha Perro é a mais visitada e considerada por muitos a mais bonita de San Blas. A ilha não possui quartos, mas há quem acampe. O comum mesmo é ir à ilha a passeio. A ilha é bem pequena, é possível dar a volta nela em menos de 2 minutos. Uma das marcas registradas de Perro é um pequeno barco de metal naufragado que há em sua praia. A ilha fica a 40 minutos da costa. Para visitá-la é necessário pagar uma tarifa de US$3.

Ilha Perro

Ilha Perro

Narasgandup

A cabaña Narasgandup fica na ilha de mesmo nome. Ao contrário das cabañas Robinson e Ina, que ficam na mesma ilha, Narasgandup é uma cabaña mais privativa, mas também mais vazia e cara. A começar, não há quartos compartilhados nessa cabaña. A hospedagem no quarto com chão de areia custa US$85 e no com chão de madeira US$95, por pessoa. As comidas, os quartos e os banheiros dessa cabaña são superiores a Robinson/Ina e a Franklin/ Senidup. Como é um ambiente mais vazio, é ideal para casais. Passeio em outras ilhas está incluído. A ilha fica a 20 minutos de barco da costa.

Chichime

A ilha de Chichime é uma ilha grande para os padrões de San Blas, é possível dar a volta em 15 minutos. Nessa ilha, vivem quatro famílias de Kunas, mas há apenas a cabaña Wissdub. Foi nessa ilha que me hospedei e gostei muito! Inclusive a achei mais bonita que a Perro. A comida é muito boa e os banheiros são de alvenaria, com água doce. A ilha fica a 40 minutos da costa. Às vezes, aparecem pessoas para visitá-la, mas é um ambiente mais vazio, há apenas seis quartos. É um lugar ideal para casais! Hospedagem no quarto compartilhado custa US$40 e no privado US$50. Passeio em outras ilhas está incluído.

san-blas-panama

Ilha Chichime

Coco Blanco

A cabaña Coco Blanco, que fica na ilha de Ogobsibu, é um lugar mais requintado para os padrões de San Blas! Os quartos possuem banheiro privativo, água doce e luz elétrica. É o local para quem quer aproveitar San Blas, sem abrir mão do conforto! A ilha é pequena, porém ao contrário das outras ilhas, não recebe visitantes, a praia fica exclusiva para os hóspedes. Coco Blanco ainda pode ser considerada melhor que Narasgandup. A cabaña só possui quartos privados que custam US$100, por pessoa. A ilha fica a 30 minutos da costa. Passeio em outras ilhas está incluído.

 

Leia também: San Blas, o paraíso do Caribe


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This