Ho Chi Minh a cidade comunista que virou cosmopolita Vietnã

O Vietnã é um país que começou a entrar na rota do turismo internacional. Não apenas do turismo de lazer, mas também do turismo de negócios. E a cidade que capitaliza o lado financeiro e globalizado do país é Ho Chi Minh City!

Ho Chi Minh é uma cidade muito interessante, principalmente por se tratar da metrópole de um país comunista. A cidade conhecida como “Pérola do Extremo Oriente” passou por uma profunda transformação nas últimas décadas e hoje, se transformou em uma grande metrópole com arranha-céus e lojas de grife. Os centros de compras com lojas de várias marcas caras contrastam com o que a maioria dos turistas esperava encontrar em um país comunista.

Leia também: Principais pontos turísticos de Ho Chi Minh 

História

A região onde localiza-se Ho Chi Minh pertencia ao Camboja. No século XVII, o rei do Camboja permitiu que vietnamitas habitassem a região, o que gerou um grande fluxo migratório. O local que até então era uma vila, transformou-se numa cidade chamada Saigon, que possuía o porto mais importante do Camboja. Devido a disputas, o Camboja perdeu a região para o Vietnã, que era governado por uma família real.Em 1859 a França invadiu a região, tornando a Indochina sua colônia. Saigon sofreu grande influência francesa e em 1929 dos 120 mil habitantes, 10% eram franceses.

Durante a 2ª Guerra Mundial, o país foi invadido por japoneses e ao final da guerra, o norte do país sob o comando de Ho Chi Minh declarou sua independência. Após uma tentativa frustrada da França em retomar o controle da região norte, o país foi divido em dois, o Vietnã do Norte (comunista) e Vietnã do Sul (capitalista) que tinha Saigon como sua capital. Ho Chi Minh era o presidente do Vietnã do Norte e liderou a guerra contra as tropas dos EUA. O exército americano possuía um poder de fogo muito maior e ainda utilizou armas químicas em larga escala . Veja a matéria O Museu de Memórias da Guerra do Vietnã em Ho Chi Minh. Por isso, Ho Chi Minh virou um símbolo no Vietnã do Norte. Após a saída dos EUA da guerra, o norte invadiu o sul e unificou o país. Em homenagem a Ho Chi Minh, que já havia morrido antes do final da guerra, o governo mudou o nome de Saigon para Cidade de Ho Chi Minh, em 1975. Entretanto, até hoje há pessoas que chamam a cidade de Saigon, principalmente, americanos.

Ho Chi Minh em 1979 - Foto de: Manhhai

Ho Chi Minh em 1979 – Foto de: Manhhai (CC BY 2.0)

Símbolo do crescimento econômico

O Vietnã seguiu a China em sua reforma econômica que transformou a economia planificada em uma economia de mercado socialista. Nessa mudança, o Vietnã, assim como a China, conseguiu atrair várias indústrias para o país. Essas empresas buscavam, sobretudo, mão de obra barata aliada a pequenos direitos trabalhistas. E foi a Cidade de Ho Chi Minh que mais se beneficiou desse crescimento econômico. A cidade concentra 20% do PIB do país e 28% da produção industrial, muito mais que a capital Hanói. Vários prédios foram construídos para abrigar sedes de empresas, apartamentos e lojas de luxo para os novos moradores e visitantes estrangeiros que visitam esse centro comercial. Ho Chi Minh City se transformou em um destino de negócios que atrai pessoas de várias partes do mundo. Isso também ampliou a oferta de alimentação e serviços.

A cidade que já foi fechada ao mundo, transformou-se em um destino cosmopolita. Hoje, possui fast-food e lojas de grife. Anúncios publicitários de Channel e Louis Vuitton dividem espaço nas ruas com propagandas do Partido Comunista.

Foto de: Prince Roy

Foto de: Prince Roy (CC BY 2.0)

Trânsito

Você pode não acreditar, mas o trânsito é a principal lembrança que os turistas levam da cidade de Ho Chi Minh! E não é por acaso, o trânsito de lá é completamente maluco! Quase ninguém respeita os semáforos e como a maioria dos veículos são motocicletas, atravessar as ruas se torna uma aventura e tanto! Nas principais avenidas, não é possível esperar parar de passar veículos para atravessar, é preciso utilizar a técnica dos nativos, atravessar no meio das motos. Porém, não é correndo, mas andando muito devagar. As motos desviarão de você, mas passarão bem próximas. É uma aventura e tanto! Veja as fotos e vídeos no post O caótico e maluco trânsito da cidade de Ho Chi Minh.

Foto de: David McKelvey

Foto de: David McKelvey (CC BY-NC-ND 2.0)

Turismo

Como Ho Chi Minh City é um destino de viagens de negócios, a cidade também desenvolveu seu lado turístico. No entanto, não possui muitos pontos turísticos. Grande parte do centro da cidade é composta por edifícios novos, mas são os edifícios históricos coloniais franceses as principais atrações do centro.Na ânsia de se modernizar, o governo da cidade de Ho Chi Minh não teve a preocupação de preservar a história da cidade. Apenas os principais prédios históricos foram mantidos, o resto deu lugar a novas construções. Situação muito diferente da capital vietnamita Hanói que possui muito mais história, museus e menos franquias de lojas internacionais; são ambientes completamente diferentes, nem parecem que fazem parte do mesmo país.

Ho Chi Minh é uma cidade moderna, com prédios novos e algumas avenidas largas. O centro é o local mais turístico, pois os prédios coloniais franceses chamam a atenção no cenário da cidade, como a Basílica de Notre-Dame, a sede dos Correios e a Ópera de Saigon. Entretanto, os dois principais pontos turísticos da cidade são o Museu de Memórias da Guerra do Vietnã e o Palácio da Unificação, que era a sede presidencial do Vietnã do Sul. Fora da cidade, também há dois locais muito visitados pelos turistas: os Túneis de Cuchi que eram utilizados pelos vietcongues durante a guerra e o delta do Rio Mekong em que é possível fazer um passeio de barco.

Passeio de barco no delta do rio mekong

Passeio de barco no delta do rio Mekong

Ho Chi Minh não é uma cidade que possui vocação turística, ou seja, você não irá atravessar o mundo para visitá-la, mas se você estiver por perto, como em Halong Bay ou no Camboja, vale a pena conhecer essa excêntrica cidade!

Para encontrar hotéis em Ho Chi Minh clique aqui.

Leia nossas outras matérias sobre a cidade de Ho Chi Minh:
– Principais pontos turísticos de Ho Chi Minh 
– O caótico e maluco trânsito da cidade de Ho Chi Minh
– O Museu de Memórias da Guerra do Vietnã em Ho Chi Minh

Foto de capa de:  Tri Nguyen (CC BY 2.0)

Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This