Foto: jose pereira (CC BY-ND 2.0) Equador

O Equador é um dos menores países da América do Sul, possui um território equivalente ao estado do Rio Grande do Sul. Porém, não se engane pelo tamanho, pois o país possui muitos atrativos turísticos! Da famosa ilha de Galápagos às montanhas da Cordilheira dos Andes, das praias do Oceano Pacífico à exuberância da Floresta Amazônica. Isso sem contar a parte histórica do país, que talvez seja o seu maior atrativo!

O turismo no Equador vem aumentando, consideravelmente, nas duas últimas décadas. E, apesar de todos os atrativos turísticos, um dos fatores que mais contribuiu para aumentar o turismo no país, não se relaciona com nenhum ponto turístico, mas com a moeda. Em 2000, o Equador abandonou o Sucre e passou a utilizar o Dólar Americano como moeda corrente. Apesar do objetivo da mudança ter sido o combate à inflação, isso também refletiu no turismo. Houve um aumento dos turistas estrangeiros, principalmente, os americanos que se tornaram o maior quantitativo de turistas no Equador.

Contudo, é claro que o país também se preparou para o turismo; construiu rodoviárias, reformou aeroportos e montou uma boa estrutura para receber os turistas.

Leia também: Como viajar de ônibus dentro do Equador 

Pontos turísticos

O Equador pode oferecer quase tudo que um turista procura: praias, montanhas, belezas naturais, história, gastronomia e aventura. E tudo isso com a vantagem de que você não precisará se deslocar por grandes distâncias; podendo, inclusive, se deslocar por via terrestre na maioria dos trajetos.

Podemos começar falando da parte da aventura. O país possui 98 vulcões, sendo 31 ativos. O passeio a vulcões é uma das atividades tradicionais no país. Há também Baños, uma pequena cidade entre a Floresta Amazônica e a Cordilheira dos Andes, considerada a capital dos esportes radicais.

Leia também: O que fazer no Equador, veja as 7 principais atrações turísticas

Baños – Rota das Cascadas

Na parte de história, a capital Quito possui o maior centro histórico da América Latina, que foi o primeiro local a ser declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1978. Também existe a simpática Cuenca, possuidora de um pequeno centro histórico, mas bem charmoso!

plaza grande praça da indepedencia centro historico quito

Centro histórico de Quito

O Equador possui uma costa com várias cidades litorâneas; esse não é o ponto forte do país, suas praias não são tão bonitas ou famosas como as de outros países do continente, mas há a opção para quem se interessar.

Famoso mesmo é o arquipélago de Galápagos. Formado por 58 ilhas, o local é o paraíso para quem gosta de natureza. Na ilha é possível ver tartarugas gigantes, pinguins e vários tipos de pássaros, além de nadar em locais repletos de fauna marinha. A fama da ilha é devido a suas diferentes espécies de animais que ajudou Charles Darwin a criar a Teoria da Evolução.

foca em ilha de galapagos no equador

Galápagos – Foto: pantxorama (CC BY-SA 2.0)

Povo

Na maior parte do país, as pessoas são simpáticas e receptivas, gostam e tratam bem os turistas estrangeiros. Essa recepção só é diferente nas duas maiores cidade do país.

Guayaquil é a maior cidade do Equador e não é um destino turístico. Foi justamente por onde entramos no Equador e tivemos uma péssima primeira impressão, pois as pessoas são frias, nem um pouco receptivas e ficam lhe olhando com cara ruim na rua. Em Quito a recepção já não é tão ruim quanto em Guayaquil, entretanto também não podemos dizer que é uma recepção calorosa. Porém, no restante do país isso muda. Cuenca que é a terceira maior cidade do país possui habitantes sorridentes e muito receptivos, que gostam de acolher os turistas. Nas cidades menores é ainda mais visível a hospitalidade do povo, na pequena Baños as pessoas são ainda mais simpáticas e calorosas.

equatoriana bebendo cerveja

Equatoriana – Foto: peteropaliu (CC BY-ND 2.0)

Segurança

Como todos os países da América Latina, as grandes cidades do Equador (Guayaquil e Quito) possuem problemas de segurança. Existem regiões das cidades mais perigosas que devem ser evitadas e, durante a noite apenas uma pequena parte das cidades é segura para andar à pé. Nada a que já não estamos acostumados no Brasil.

Por outro lado, o interior do Equador é bastante seguro! Cuenca, a terceira maior cidade do país, é um lugar tranquilo no qual você pode andar despreocupado em boa parte da cidade. As cidades menores são ainda mais seguras.

atrações turisticas de cuenca

Prefeitura de Cuenca – Foto: Bryn Pinzgauer (CC BY 2.0)

Quando fomos cruzar a fronteira entre o Equador e a Colômbia, conhecemos um “peruano que vivia na Bolívia, E muitas coisas trazia de lá, Seu nome era Pablo e ele dizia, Que um negócio ele ia começar”. Agora, saindo do universo do Faroeste Caboclo e voltando a minha viagem, conhecemos um colombiano que vivia no Equador chamado Pablo, que foi muito simpático, nos deu várias dicas, disse que o Equador era o país mais seguro da América do Sul e para a gente ter cuidado na Colômbia, pois a Colômbia não era o Equador. Para saber mais sobre a questão de segurança na Colômbia, leia É seguro viajar para a Colômbia? Entenda as mudanças que o país vive.

Documentos

Para visitar o Equador não é necessário passaporte. Com uma Carteira de Identidade brasileira você pode ficar até 90 dias no país. Porém, é bom lembrar que a identidade precisa ser emitida há menos de dez anos. Já a carteira de motorista, CNH, não é válida para entrar no país.

Veja nossas outras matérias do Equador

– Baños, o que fazer na cidade da aventura no Equador

– Cuenca, uma charmosa cidade histórica no Equador

– Onde comprar o Chapéu Panamá: Equador ou Panamá?

– Balanço do Fim do Mundo, um lugar único e mágico

Foto de capa de: Jose Pereira (CC BY-ND 2.0)

 


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This