Centro Histórico de Quito, o maior das Américas Equador

O Centro Histórico de Quito, também chamado de Casco Antiguo, é a principal atração turística da capital equatoriana. Mas, não é para menos. Esse é o maior centro histórico de todas as Américas, possui cerca de 3,7 km².

A importância histórica do local é tão grande que Casco Antiguo foi o primeiro local a ser declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, ao lado de Cracóvia (Polônia), em 1978.

Leia também: Onde ficar em Quito, no Centro Histórico ou em La Mariscal? 

Centro Histórico – Foto: Hola America1 (CC BY-NC-ND 2.0)

A região conta com várias praças, dezenas de igrejas e centenas de construções coloniais. A única coisa que corta um pouco o clima histórico do local é o intenso fluxo de pessoas. O centro histórico também é o centro comercial da cidade, por isso, algumas ruas possuem um grande fluxo de pedestres e veículos. Há também muitos ambulantes que vendem de tudo, até papel higiênico, veja a foto abaixo.

ambulantes no centro histórico de quito equador

Ambulantes

Plaza Grande

Entretanto, nem todo o centro é tumultuado e um exemplo disso é a Praça da Independência, mais conhecida como Plaza Grande, que está no coração do centro histórico. Essa é a principal praça do centro, rodeada de importantes construções como o Palácio Presidencial, a Catedral, o Palácio Arcebispal, o Palácio de Pizarro, entre outros. Esse é um local tradicional para se fotografar. O melhor ângulo da praça você consegue na sacada do segundo andar do Palácio Presidencial, veja a foto abaixo.

Praça grande vista do alto

Sacada do Palácio Presidencial com vista para a Praça Grande

Palácio Presidencial

O principal ponto turístico da Plaza Grande é o Palácio de Carondelet, mais conhecido como Palácio Presidencial. O local é sede do governo e residência oficial do presidente do Equador. A construção, que se iniciou no século XVII, adquiriu estilo neoclássico nos séculos seguintes. O prédio é bonito, aberto à visitação do público e o melhor, é de graça. As visitas são guiadas, em pequenos grupos de seis a dez pessoas, e duram cerca de 40 minutos. A visita é rápida, porque só é possível visitar três salões. No final do tour, todo mundo ganha uma foto cortesia da Presidência da República que é tirada no jardim do palácio.

Os ingressos para visitação são distribuídos em um quiosque ao lado da entrada do Palácio. Em dias cheios, você só conseguirá ingressos para a visita guiada de duas horas mais tarde.

sala de reunião do Palácio Presidencial do Equador

Salão do Palácio Presidencial

Igrejas

Existem várias igrejas no centro histórico, até por isso Quito já foi conhecido como o Claustro das Américas. Podemos dizer que as igrejas são as principais atrações do centro histórico. Nem todas são interessantes, mas há algumas que valem a visita, seja pela beleza, seja pela história.

Catedral

Normalmente, a catedral é uma das igrejas mais bonitas de toda cidade. Porém, isso não acontece em Quito. A Catedral, apesar de ficar em um local privilegiado, na Plaza Grande, não é muito bonita. Por fora, ela não chama atenção de quem passa pela rua, entretanto por dentro possui um altar bonito, mas nada de tão especial se comparada às outras. A entrada é gratuita.

parte externa da catedral de quito

Catedral

altar da catedral de quito equador

Altar da catedral – Foto: Murray Foubister (CC BY-SA 2.0)

Igreja da Companhia de Jesus

A principal igreja da cidade é a da Companhia de Jesus, conhecida apenas por La Compañía. A fachada da igreja em estilo barroco, esculpida em pedra vulcânica, já chama bastante atenção dos turistas, contudo é em seu interior que fica seu maior tesouro. A igreja é toda adornada em ouro. É impressionante! A igreja demorou 160 anos para ser construída e foram gastas toneladas de folhas de ouro em sua decoração.

A visita à igreja custa US$5, mas durante a missa a entrada é gratuita. Para ver o horário de funcionamento e os horários das missas acesse o site da igreja clicando aqui.

fachada de pedra vulcanica da Igreja da Companhia de Jesus em Quito

Igreja La Compañía – Foto: LeRoc (CC BY-SA 2.0)

Interior de ouro da Igreja da Companhia de Jesus em Quito

Interior da igreja La Compañía- Foto: Diego Delso (CC BY-SA 2.0)

Igreja de São Francisco

A Igreja de São Francisco é a mais antiga da cidade e uma das mais antigas das Américas. Sua construção iniciou-se em 1550. Porém, o que mais desperta o interesse de muitos é sua lenda. Segundo a lenda, o índio Cantuña se comprometeu a construir o piso da igreja. Como ele não conseguiria cumprir o prazo prometido, fez um pacto com o diabo para poder concluir a obra e em troca daria sua alma. A obra ficou pronta no prazo, mas o índio se arrependeu do acordo, por isso tirou uma pedra do lugar. Quando o diabo foi buscá-lo, o índio argumentou que faltava uma pedra, por isso o acordo se tornou nulo e o diabo não pôde levá-lo.

Agora, deixando a lenda de lado, a igreja de São Francisco é bonita e vale uma visita. Está situada em uma parte mais alta do centro, em frente a uma grande praça. Sua parte externa não é muito interessante, entretanto seu interior vale muito a visita. Ela é ricamente decorada com muitas esculturas e pinturas, além de ser bem grande.

Igreja de São Francisco

interior da igreja de são francisco em quito

Igreja de São Francisco – Foto: Diego Delso (CC BY-SA 4.0)

Basílica do Voto Nacional

Essa é a maior igreja de Quito e também a mais recente da lista, já que foi construída no começo do século XX. O que chama mais a atenção na Basílica é seu estilo neogótico, que faz muita gente compará-la à Catedral de Notre Dame, em Paris. Assim como a igreja francesa, a Basílica do Voto Nacional possui várias gárgulas, mas as da igreja equatoriana são inspiradas em animais nativos como: tartarugas, golfinhos, tatus e iguanas.

As torres da igreja são bastante altas e podem ser vistas de quase todo o centro histórico. Se você quiser pode subir nas torres, o que lhe dará uma bela visão do centro, com o monte do Panecillo ao fundo. A entrada na igreja é paga e é necessário pagar uma taxa adicional para subir na torre.

vista lateral da basilica do voto nacional de quito

Basílica do Voto Nacional

Interior da Basílica

Leia também nossas outras matérias sobre o Equador:

O que fazer em Quito, conheça os 7 principais pontos turísticos

Equador: um país pequeno, mas cheio de emoção

Como viajar de ônibus dentro do Equador

É barato viajar para o Equador? Veja quanto custa uma viagem!


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This