Bolívia, o que você sabe sobre ela? Bolívia

A Bolívia é o país mais pobre da América do Sul. Apesar da pobreza ter diminuído na última década, ainda assim o país é bem mais pobre do que o Brasil. Isso assusta e afugenta alguns turistas. Mas, eles não sabem que a Bolívia possui destinos incríveis e baratos que encantam turistas de todo o mundo!

Leia também: 8 Principais Atrações Turísticas da Bolívia

Os jovens mochileiros foram os primeiros a conhecerem os encantos do país andino. Os preços baixos e as belezas naturais, misturados com uma exploração mais aventureira de alguns pontos turísticos, chamou a atenção desse público. Até hoje, os mochileiros da América do Sul e da Europa representam grande parte do turismo do país. Porém, cada vez mais, turistas tradicionais se interessam pelo destino.

Montanhas perto da capital La Paz

Montanhas perto da capital La Paz

Pobreza

A pobreza na Bolívia é bem exacerbada. Logo que você chega à rua se depara com vários pedintes e moradores de rua. A miséria ainda é recorrente no país e vista facilmente em várias cidades. Quando falo em miséria, não estou falando das pessoas pobres, mas das que passam fome. É uma realidade triste de se ver, mas apesar dessa condição o povo é solidário e batalhador.

Pedinte nas ruas de La Paz - Foto de: Julie Laurent (CC BY-NC-ND)

Pedinte nas ruas de La Paz – Foto de: Julie Laurent(CC BY-NC-ND)

A maioria das casas no país não possui reboco e as cidades no geral não são bonitas. Porém, são muito peculiares. Se seu intuito de viajar é conhecer algo novo, a Bolívia possui um cenário urbano e geográfico muito diferente do Brasil.

Povo

Uma das características mais marcantes da Bolívia é o seu povo, que é muito acolhedor. Grande parte da população é considerada indígena, inclusive o presidente Evo Morales. Os indígenas do país usam roupas coloridas típicas, as mulheres utilizam chapeuzinho e carregam seus filhos em uma trouxinha nas costas.

bolivianos

Essas roupas são muito características da região e esse tecido é utilizado para fazer vários tipos de roupas e souvenirs vendidos para turistas. Para quem já foi para o sul do México e Guatemala vai perceber que essas roupas típicas da Bolívia e Peru são semelhantes às roupas indígenas dos povos descendentes dos Maias.

Mulheres indígenas - Foto de: Geraint Rowland (CC BY-NC)

Mulheres indígenas – Foto de: Geraint Rowland (CC BY-NC)

Segurança

A Bolívia é um ótimo exemplo de que pobreza não é sinônimo de violência. O país é muito mais seguro do que o Brasil. Viajei por várias cidades e em nenhum momento me senti ameaçado, e olha que eu estava no país durante uma greve da polícia. Não há muitos relatos de assaltos, mas é lógico que nunca é bom ficar dando bobeira, principalmente, nas grandes cidades. Nas cidades menores o clima de segurança é maior ainda!

Preços

O turismo na Bolívia é muito barato. Mesmo com o dólar alto, os preços são bons! Desde a hospedagem, passando pela alimentação até os passeios. Para quem costuma ficar em hostel para economizar, saiba que essa não é uma prática necessária no país, pois há vários hotelzinhos simples que não estão nos sites de reserva (booking, hoteis.com) e possuem ótimos preços. Se deixar para escolher a hospedagem na hora, você encontrará preços muito bons. Para quem prefere ficar em hotéis de padrão mais alto é bom procurar antes, pois há cidades que nem possuem hotéis de um nível acima de três estrelas.

Carros que fazem o passeio no deserto boliviano

Carros que fazem o passeio no deserto boliviano

Infraestrutura

Um dos pontos fracos da Bolívia é a infraestrutura. As estradas, no geral, são ruins. Há inclusive trechos de estradas que ligam grandes cidades que são de terra. As viagens rodoviárias demoram, pois a velocidade média de deslocamento é baixa. Porém, a sorte é que os trechos viajados não são grandes. A dica é pegar ônibus noturno nas viagens que demoram mais, pois você nem perceberá que a viagem demorou.

Estrada no interior do país - Foto de: sandeepachetan.com (CC BY-NC-ND)

Estrada no interior do país – Foto de: sandeepachetan.com (CC BY-NC-ND)

Uma opção para fazer deslocamentos mais rápidos é viajar de avião. Há voos para as principais cidades do país. As companhias aéreas que operam dentro da Bolívia são: Boa (Boliviana de Aviação), Tam (Transporte Aéreo Militar) e Amaszonas. Mas, essa não é uma opção barata! Barato mesmo é viajar de ônibus. As passagens são muito baratas! E a qualidade do ônibus é proporcional a da estrada. Nas melhores estradas as companhias de transporte colocam ônibus mais novos e modernos, nas piores estradas, que desgastam mais os veículos, há ônibus mais velhos. Fiz várias viagens de ônibus pelo país e foi tranquilo, alguns ônibus eram velhos mas bem conservados. Na Bolívia há um tipo de ônibus cama, que só possuem umas 30 poltronas e elas reclinam muito, quase viram uma cama. O maior problema são as paradas dos ônibus, que são realizadas em lugares muito simples, onde os banheiros são improvisados e não é possível comer, pois não há aspecto de limpo. Por outro lado, esses são lugares muito pitorescos, típicos da cultura boliviana, que achei muito interessante conhecer.

Após saber um pouco mais sobre esse país interessante, tenho certeza que vocês acompanharão nossos outros posts sobre a Bolívia. E quem sabe um dia visitar esse país andino.

Foto de capa de:  European Commission DG ECHO (CC BY-ND)


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

Share This